English Version    torturapsicotronicaenglish3.webnode.com/  

 

Conclusões: Sob o meu ponto de vista e contexto (Ver Menu Meu Caso):

 

Uma quadrilha associada a determinado grupo de pessoas ou mesmo contratada por esse grupo, pratica tortura psicotronica/ eletronica, gangstalking e sabotagem sócio econômica por corrupção, coação, chantagem, ..., contra um indivíduo alvo pelos seguintes motivos e objetivos “primários”, dentre outros possíveis:

 

Obs: “Nunca responsabilizando ou expondo direta e efetivamente o grupo contratante, a quadrilha, suas tecnologias de tortura a distancia, metodologias e contingente tático operacional. Em função do que permitem as tecnologias de patentes norte americanas e ou similares, associadas a armas de energias dirigidas restritas pouco conhecidas ou mesmo experimentais. Considerando também as estratégias de sabotagens físicas e sócio econômicas praticadas contra o individuo (elaboradas por especialistas do direito, medicina, administração, contabilidade, torturas e etc.). Para tanto deve se levar em conta ainda as inescrupulosas e poderosas influências sócio econômicas dos envolvidos."

 

Motivos primários (dentre outros possíveis):

 

Se o grupo contratante da quadrilha é uma família abastada: Impedir a qualquer preço o indivíduo de usufruir de seus direitos legitimos de herança sobre o patrimônio desta família (Ver Menu Meu Caso). Nota: Refletindo sobre meu histórico de vida e as atividades da quadrilha explicitadas a partir de 01/2014 compreendo que ao prestar serviços a familias multimilionarias as quadrilhas concentram suas atividades em beneficio de um unico menbro da familia contratante ou de um pequeno grupo liderado por determinado membro. A quadrilha interfere de forma nociva e inescrupulosa na vida do(s) individuo(s) alvo(s) desde o seu nascimento, utilizando todos os seus recursos tecnologicos e estrategias, com o objetivo de eliminar o individúo alvo literalmente, ou subjuga lo a determinado menbro da família ou pessoa que atenda os interesses do grupo. Ao longo de sua vida o individúo alvo será assediado e influenciado por operadores de tortura psicotronia/ eletronica e manipuladores especializados via tecnologias (Ver Menu Links - "Patentes"), pessoalmente por pessoas subordinadas ao grupo ou pessoa que controla o patrimonio em questao (familiares, amigos, conhecidos e funcionários da quadrilha). (Ver Menu Links - "Gangstalking") (essas pessoas são ludibriadas sobre as intenções do grupo, coagidas, chantageadas e até mesmo subornadas para agir contra o individúo alvo ou ainda são usadas para encobrir a quadrilha assumindo para si responsabilidades em relação ao idividuo). A quadrilha interferirá nocivamente em todas as relações pessoais e atividades do individúo alvo, trabalho, estudos, relacionamentos familiares e afetivos. Caso o indivdúo ofereça resistencia e consiga viver de forma independente e saudavel a quadrilha empreenderá um novo nivel de interferencia na vida do mesmo. Será estabelecida uma rotina de tortura psicotronica/ eletronica intensa e constante 24/7/365, somado a isso será assediado de todas as formas por agentes de gangstalking, o individúo será coagido a suicidio, ameaçado, chantageado e ainda emboscado em situações para ser rotulado mentalmente perturbado, para ser criminalizado, para ser contaminado por doenças letais, para que desenvolva enfermidades. Enfim a quadrilha não medirá esforços para conduzir o individúo alvo a vulnerabilidade fisica, financeira, psicologica e social total até que consigam leva lo a óbito. (No Meu Meu Caso) Como estagio final da destruição do individuo estabeleceram um grupo (familiares e pessoas conhecidas pelo individuo) para justificar contra ele o que for necessario enquanto a quadrilha literalmente o devora vivo, principalmente se o individuo estiver ciente e não mantiver contato com este grupo, caso estabeleca relacionamento de qualquer natureza com pessoa alheia a este grupo, ela sera incluida no grupo, utilizada por esse grupo ou isolada do individuo  (Ver Menu Notas: Sobre a morte de Iramar José Alves. Menu Meu Caso).

 
 
Nota: As tecnologias utilizadas para a tortura psicotronica eletronica, o contingente para gangstalking e sabotagens socioeconomicas tem um custo e considerando o cerco imposto as vitimas 24/7/365 é racional pensar que este custo não é baixo. Creio que os "super drones hi tec ou satellites" (como os chamo) não sao onbjetos que possam ser construidos por quaisquer profissionais. Se locomovem a velocidades expantosas, oscilam altitudes superiores ao trafego aereo de avioes (o que permite que nao sejam visiveis durante o dia e se confundam com estrelas ou mesmo planetas durante a noite) e somado a isso orbitam o individuo alvo 24/7/365 (internacionalmente) interagindo ininterruptamente com este individuo por meio de telepatia sintetica e bombardeio por ondas eletromagneticas. É racional pensar entao que um governo se valha destas tecnologias para questoes de segurança nacional (contra terroristas, trafico internacional e etc.) e que o custo seja aceitavel para proteger seu povo. Contudo quando civis (em todo o mundo) estao sendo vitimas de pessoas que tem por objetivo leva los a obito sem se expor é tambem racional pensar que as pessoas que utilizam estas tecnologias objetivam algum lucro ao eliminar o individuo alvo. Se os governos que dispoem destas tecnologias realizam estas atividades contra civis ou permitem o seu uso por quadrilhas internacionais mercenarias, estao claramente cometendo um crime por vantagem financeira. Imagino que ao prestar estes "servicos" contra um civil que nada deve a sociedade os operadores (governamentais ou privados com apoio de algum governo) das tecnologias e contingentes teriam alem de receberem pelo custo operacional a seguinte vantagem provavel: Ao eliminar um herdeiro e dividir entre os demais sua participacao em um grande patrimonio o "prestador do servico" acorda com a familia multimilionaria contratante que eliminara um ou mais dos herdeiros e promovera a dissolucao desta participacao entre os demais se estes concordarem em manter o dinheiro do grupo em atividade ou investimento que beneficie de algum modo o prestador do "serviço" seja ele um governo ou entidade ligada ao mesmo. Portanto economias soberanas e mesmo setores de mercados podem ser influenciados.
 
 

Se o indivíduo foi enquadrado aleatoriamente pela quadrilha ( o que seria "pouco provavel" em função dos custos da tecnologia e do contingente ) e lida apenas com a mesma: Esta pode desejar recruta lo obrigatoriamente para determinada atividade criminosa ou apenas querer testar contra este indivíduo e seu contexto as estratégias táticas operacionais de deposição extrajudicial de um indivíduo, sobre si mesmo e sobre a sociedade, alterando a psique, artificial e “ocultamente” através de suas tecnologias, gangstalking e sabotagem sócio econômica. Para fins de experimentação ou mesmo de apoio involuntário a outros crimes praticados pelo grupo ( podendo envolver o individuo alvo inconscientemente em campanha de descredito e alienação da sociedade em relação as tecnologias, atividades e interesses dos que utilizam essas tecnologias e metodos para cometer crimes );

 

As quadrilhas podem ainda utilizar o indivíduo alvo como cobaia a ser observada por possíveis clientes (familias abastadas, empresas, grupos políticos, e etc.) que ao observar e também participar das ações contra o indivíduo, comprovam os resultados obtidos contra o mesmo aceitam comprar os serviços da quadrilha contra indivíduos alvos de seu interesse;

 

Se o grupo que usufrui dos serviços da quadrilha e ou a própria quadrilha integrar alguma esfera politica e ou governamental ou estiver agindo em função desta(s). O motivo será aniquilar o individuo em função de suas influencias politicas, sociais e econômicas, confrontantes aos interesses do grupo e ou quadrilha, ou ainda utilizar um individuo aleatório para crime especifico em beneficio do grupo e da quadrilha sem expor os mandantes e executores;

 

Objetivos primários (dentre outros possíveis) por desorientação via tortura psicotronica/ eletrônica, gangstalking e sabotagem sócio econômica:

 

Obrigar o indivíduo alvo a suicidar ou leva lo a óbito (manipulando o individuo por tortura psicotronica/ eletronica e gangstalking a situações e ambientes de risco a partir de suas rotinas cotidianas ou mesmo se o individuo estiver ciente e se defender , desacreditando o da possibilidade de sobreviver). Notas: Se o individuo estiver dirigindo um automovel iram destrai lo e provocar acidentes, induziram o individuo a trafegar em vias de contra mao, por destração e manipulação. Promoveram movimentos involuntarios que causaram acidentes; Destrairam (de formas diversas pelo que permitem as tecnologias utilizadas e estrategias de gangstalking) e afetaram o raciocinio do individuo para que o mesmo seja multado e "colecione" multas, podendo então ser rotulado um motorista imprudente e quando levado a óbito, sua morte seja "justificavel" pelos envolvidos com a Tortura Psicotronica/ Eletronica e Gangstalking deste individuo). A partir do ponto em que o individuo descobre a atuação, metodologias e tecnologias empregadas pela quadrilha e então passa a agir de forma defensiva a quadrilha tentara de todas as formas "mina lo" e elimina lo; Ao atravessar uma rua andando tentaram induzi lo a posição de ser atropelado; Ao realizar atividades domesticas tentaram derruba lo em escadas, provocar pequenos acidentes (cortes, choques eletricos, tombos) que possam vir a deixar sequelas uteis a provocação de acidentes maiores; Atuaram para que o individuo deixe portas e portoes abertos (facilitando para que o mesmo seja vitima de "assaltos"). Integrantes da quadrilha cometeram crimes frequentes nas imediações da moradia do individuo (roubos de veiculos, assaltos a comercios, assaltos a mao armada a vizinhos, pichações, comercio de drogas), assim a quadrilha criara "ou" intensificara a criminalidade em tortno do individuo, criando um ambiente propicio para emboscar este individuo sem levantar suspeitas sobre os acusados nos relatos do mesmo.

 

Provocar lesões sucessivas que desestabilizem psicologicamente a vitima e também sirvam de ignição para o surgimento ou agravo de enfermidades que resultem no obito da vitima ou em sequelas severas a mesma (avcs, infartos, derrames, paradas cardiorespiratorias, canceres, tumores, cistos, coagulos e etc.)

 

Rotular o indivíduo alvo alienado em função dos resultados da atuação da quadrilha e alegações do individuo a respeito da quadrilha, das tecnologias utilizadas e dos mandantes;

 

Rotular o individuo alvo periculoso aos mandantes ou a outra(s) pessoa(s) para assim corroborar falsas acusações (diversas). Os mandantes e a quadrilha manteram distancia do individuo alvo, assediando o mesmo por terceiros ludibriados, manipulados ou corrompidos.

 

Rotular o individuo alvo manipulador. (Em relação a tudo o que fizerem contra o individuo alvo promoveram uma campanha de inversão de valores (difamação por pessoas conhecidas, por terceiros e principalmente pelos mandantes e outros familiares envolvidos). 

 

Promover a alienação parental do individúo (o individuo será isolado dos familiares que lhe querem bem ate que os mesmos se posicionem a favor do grupo);

 

Rotular o indivíduo alvo mentalmente incapaz e então interdita lo (principalmente em função das alegações do individuo sobre a quadrilha e seus contratantes);

 

Criminalizar, drogalizar o indivíduo alvo e então encarcera lo;

 

Subordinar o indivíduo alvo a pessoa especifica escolhida pela quadrilha (para que a quadrilha então controle totalmente de acordo com seus interesses a participação do individuo no patrimonio em questão, manipulando a vida do individuo alvo);

 

Obrigar o indivíduo alvo a empreender fuga da quadrilha e assim embosca lo, enquadrando o mesmo em uma das possibilidades anteriormente citadas;

 

Obrigar o indivíduo alvo a realizar determinada atividade criminosa de interesse do grupo e ou da quadrilha sem envolve los;

 

Caso o indivíduo alvo resista, conduzi lo por tortura psicotronica/ eletrônica, gangstalking, ameaça, coação, chantagem, sabotagem sócio econômica, ..., (24/7/365) a vulnerabilidade física, psicológica, financeira e social total e por fim literalmente destruir o mesmo;

 

Caso o indivíduo resista e se ponha a divulgar as atividades do grupo e da quadrilha, envolve lo (ate que o levem a óbito) na campanha de descredito e alienação da sociedade em relação as atividades e esferas de atuação dos que utilizam as tecnologias, o gangstalking e metodologias de sabotagem sócio econômica estratégica;

 

Obs.: O óbito imediato do individuo alvo sempre será de interesse do grupo e da

quadrilha.

 

Após a degradação total da vitima seu encarceramento e ou morte. A quadrilha concretizará a eliminação da vitima atraves de pessoas proximas e mesmo de pessoas somente associadas a vitima. Essas pessoas orientadas ou mesmo conduzidas pelo cenario criado em torno da vitima desde o seu nascimento afirmaram que a vitima tinha sintomas de disturbios mentais, sexuais, que era dependente quimica, estava em depressão e etc. (poderam ate envolver explicitamente profissionais da psicologia e do direito, supostamente alheios ao contexto do individuo). Usaram como argumentos, falhas de carater, interesses e até supostos traumas de infancia, que seram atribuidos a vitima e comprovados (mesmo que não existam) atraves de relatos dessas pessoas diretamente envolvidas na conspiração sejam elas ludibridas, subornadas ou coagidas. Todos os argumentos da vitima sofreram uma inversão de valores por hiperbolizacao.

 

Considerações finais, sob o meu ponto de vista e contexto (Ver Todos os Menu Meu Caso):

 

Ao consultar um advogado o mesmo me informou que: Uma pessoa pode fazer o que bem entender com 50% do seu patrimônio caso tenha herdeiros (doar para a caridade, torrar como bem entender ou mesmo beneficiar com 50% um ou mais de seus herdeiros e ate mesmo terceiros, desprezando um ou uma parcela dos demais herdeiros). Então os 50% restantes do patrimonio seriam divididos imparcialmente entre todos os herdeiros necessarios. Contudo se o possuidor deste patrimônio em acordo com um ou parcela de seus herdeiros decidirem prejudicar os demais ou mesmo um deles em relação aos 50% de direito comum aos herdeiros necessários, seria possível ao(s) prejudicado(s) recorrer judicialmente.

 

Concluo então que: Sou herdeiro necessário (por representar 50% dos direitos de meu falecido pai biológico) no patrimônio multimilionário de meus avós paternos e estes em acordo com os demais herdeiros entendem que não devo participar destes patrimônios e não recorrer judicialmente. Para tanto estão tentando me levar a óbito ou justificar minha exclusão me desqualificando legalmente, ou ainda me participar nestes patrimônios (por testamentos) sob condições que lhes possibilite me levar a óbito e posteriormente reverter "legalmente" estas participações. Fazem isso através dos serviços de uma quadrilha especializada, com acesso a tecnologias patenteadas nos EUA e ou similares para tortura psicotronia/ eletronica a distancia, armas de energias dirigidas restritas e ou experimentais, além de contingente para gangstalking, planejadores de ações profissionais de direito, psicologia, medicina, contabilidade, etc. e ainda com inescrupulosas influencias na sociedade.

 

Obs. As ações possibilitadas pela tecnologia, pelas estratégias táticas operacionais elaboradas e empregadas pela quadrilha para tortura psicotronica/ eletronica, desorientação, causar prejuízos financeiros e não permitir a condução normal de minha vida, não podem ser legalmente questionadas, pois se valem de tecnologias praticamente indetectáveis, estratégias de degradação elaboradas e inescrupulosamente implementadas em minha vida pelos agentes especializados da quadrilha e ainda em função dos poderes econômicos e de influencias da família e da quadrilha na sociedade.

 

Na Europa e mesmo nos USA já tramitam em determinados locais leis referentes a crimes de tortura psicotronica/ eletronica, gangstalking e uso de armas de energia dirigida contra civis. Entretanto como no Brasil não há crime sem lei anterior que o defina e considerando o poder econômico da família e da quadrilha envolvidas eu provavelmente sairei desta situação morto, ou literalmente destruído, física, psicologica, financeira e socialmente. Ser prejudicado em relação a direitos sobre os patrimônios envolvidos já não faz diferença a muito tempo.

 

Novamente consultando um advogado fui informado que: Se eu provasse o que relato sobre meus contatos com os mandantes e demais envolvidos (Ver Menu Meu Caso) que me permitiram confirmar seus envolvimentos e seus motivos, eu conseguiria comprovar apenas abusos por parte destas pessoas, porem eu teria que aceitar o diagnostico de esquizofrênico, (forjado pela tortura psicotronica/ eletrônica, gangstalking e sabotagem sócio econômica). Entendo que seria "possível" comprovar esses abusos apenas por acareações, pois o monitoramento permitido pela tecnologia utilizada, possibilita aos mandantes e participantes agir de forma planejada e orquestrada em relação a minhas atitudes e questionamentos, de modo que não confirmem sua participação e seus motivos quando em posição de ser gravados em áudio ou vídeo, pois assim não validam os fatos que relato e mesmo tendo conseguido me rotular esquizofrênico, não agiriam de forma a configurar abuso. Contudo é fato que tal processo mesmo vitorioso não limitaria a ação da quadrilha contra meu corpo e minha vida.

 

Nota: As tecnologias utilizadas para a tortura psicotronica eletronica, o contingente para gangstalking e sabotagens socioeconomicas tem um custo e considerando o cerco imposto as vitimas 24/7/365 é racional pensar que este custo não é baixo. Creio que os "super drones hi tec ou satellites" (como os chamo) não sao onbjetos que possam ser construidos por quaisquer profissionais. Se locomovem a velocidades expantosas, oscilam altitudes superiores ao trafego aereo de avioes (o que permite que nao sejam visiveis durante o dia e se confundam com estrelas ou mesmo planetas durante a noite) e somado a isso orbitam o individuo alvo 24/7/365 (internacionalmente) interagindo ininterruptamente com este individuo por meio de telepatia sintetica e bombardeio por ondas eletromagneticas. É racional pensar entao que um governo se valha destas tecnologias para questoes de segurança nacional (contra terroristas, trafico internacional e etc.) e que o custo seja aceitavel para proteger seu povo. Contudo quando civis (em todo o mundo) estao sendo vitimas de pessoas que tem por objetivo leva los a obito sem se expor é tambem racional pensar que as pessoas que utilizam estas tecnologias objetivam algum lucro ao eliminar o individuo alvo. Se os governos que dispoem destas tecnologias realizam estas atividades contra civis ou permitem o seu uso por quadrilhas internacionais mercenarias, estao claramente cometendo um crime por vantagem financeira. Imagino que ao prestar estes "servicos" contra um civil que nada deve a sociedade os operadores (governamentais ou privados com apoio de algum governo) das tecnologias e contingentes teriam alem de receberem pelo custo operacional a seguinte vantagem provavel: Ao eliminar um herdeiro e dividir entre os demais sua participacao em um grande patrimonio o "prestador do servico" acorda com a familia multimilionaria contratante que eliminara um ou mais dos herdeiros e promovera a dissolucao desta participacao entre os demais se estes concordarem em manter o dinheiro do grupo em atividade ou investimento que beneficie de algum modo o prestador do "serviço" seja ele um governo ou entidade ligada ao mesmo. Portanto economias soberanas e mesmo setores de mercados podem ser influenciados.



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!